Acompanhe ao vivo a sua rádio

Curiosidade: Diamantes de um planeta perdido - 19.04.2018

Em 7 de outubro de 2008, um asteroide invadiu a atmosfera da Terra e explodiu a uma altura de 37 quilômetros, sobre o deserto de Núbia, no norte do Sudão. Ele trazia diamantes.

Um estudo da Escola Politécnica Federal da Cidade de Lausanne (EPFL), na Suíça, publicado na revista Nature Communications, concluiu que a rocha espacial era parte de um "planeta perdido" que existiu nos primórdios do Sistema Solar. Cerca de 50 pedaços da rocha espacial, com tamanhos entre um e dez centímetros, foram coletados.

Estima-se que o protoplaneta ao qual pertenceu deve ter existido há bilhões de anos, antes de se partir por uma colisão. Era grande como Mercúrio ou Marte.

O diamante é um dos materiais mais duros encontrados na Terra. Ele é constituído por átomos carbono e formado em camadas profundas, em ambientes com temperaturas elevadas e altíssima pressão.

 

Mais curioso ainda. Por ter sido observado na época do Dia das Bruxas e ter semelhança com caveira, o corpo celeste foi chamado de Asteroide do Halloween. (foto)

Depois do asteroide Oumuamua, que tem um formato parecido com um charuto e que foi descoberto por cientistas, os astrônomos terão a oportunidade de estudar mais um corpo celeste enigmático que passará perto da Terra. Um pequeno asteroide que, ao girar em torno de seu eixo, mostra semelhança impressionante com uma caveira deve passar perto do nosso planeta novamente em 2018.

A última vez que o asteroide 2015 TB145 passou perto da Terra foi no fim de outubro de 2015, época em que muitos países comemoram o Dia das Bruxas. Por isso, os cientistas o apelidaram de "Asteroide do Halloween".

(Fonte:BBC)

 

Contatos

Telefone: 41 3086.0957

Email: ouvinte@95fmcuritiba.com.br

Redes sociais